As 24 horas como matéria-prima na instalação artística The Clock

Tem gente que vai olhar para essa obra e pensar que é uma criação de IA, mas não se engane. No formato de vídeo e criada por Christian Marclay, a obra THE CLOCK é um trabalho de pesquisa que reúne milhares de cenas de filmes que vão mostrando personagens falando as horas ou exibindo relógios mostrando que horas são.

O vídeo, editado como se fosse um único filme, tem 24 horas de duração e fica sincronizado com a hora local. Ou seja, se você entrar na sala de projeção 13h43 vai ver alguma referência sobre este horário na tela. Logicamente o vídeo não mostra cenas de filmes com todos minutos de um dia, mas cobre boa parte deles em sua duração.

O vídeo não está disponível completo (ou em partes) na internet por conta de questões de direito de exibição, mas há algumas filmagens que mostram um pouco como se dá a dinâmica dessa peça:

A maneira como o vídeo foi composto é bastante instigante e desperta nossa curiosidade para ver como o próximo minuto será editado dentro da composição. Dá pra questionar como ficam os direitos autorais de uso de tantas cenas de filmes.

Interessante ver que este tipo de trabalho, hoje, com enormes bancos de dados de vídeos, poderia ser rapidamente criado.

Boas referências para UX e UI

Uma das disciplinas introdutórias do curso de Ciência de Dados e Negócios da ESPM é a de UX/UI. Nela, os estudantes estudam os princípios