Diagrama de Ishikawa

Você conhece o Diagrama de Ishikawa? Ele foi criado pelo engenheiro químico Kaoru Ishikawa em 1943 e serve para identificar de maneira sistemática as causas relacionadas a determinado problema. É útil também para checar se todas as possíveis causas de um problema foram abordadas na definição da solução.

As causas são agrupadas em famílias ou categorias, que podem ser alteradas de acordo com a realidade de cada organização ou do problema que é analisado. As categorias mais utilizadas são:


• 6M (mão-de-obra, materiais, métodos, máquinas, medidas, meio ambiente).
• 8M (management – gestão, maintenance – manutenção).
• 4P (política, procedimentos, pessoal, planta).

Nesse sentido, colocamos as causas de cada esfera nas “espinhas do peixe” e encontramos quais partes causam o problema específico. Veja o exemplo à seguir:

Exemplo de diagrama de ishikawa - Lean Blog

Feita a análise de todas as esferas que podem estar influenciando o problema, espera-se que a organização evite esquecimentos ou análises tendenciosas na investigação de um problema e direcione os itens a serem analisados na investigação de causas do mesmo, tornando a resolução mais simples.

Diferenciando protótipo de MVP

Embora frequentemente confundidos, o protótipo e o MVP (Produto Mínimo Viável) assumem funções distintas no processo de desenvolvimento de produtos, especialmente no contexto de