Já ouviu falar em “clientes de máquinas”?

Essa é mais uma tendência que veremos crescer muito em 2024, segundo relatório do Gartner.

No universo de tecnologia, “cliente de máquina” é um termo usado para se referir a um programa ou aplicativo que é executado em um computador ou dispositivo para se conectar a um servidor e solicitar serviços. O cliente de máquina é o “cliente” da relação cliente-servidor, pois é o que solicita os serviços do servidor.

Os clientes de máquina podem ser usados para uma variedade de propósitos, entre eles:

•Acessando dados ou informações armazenadas no servidor
•Executando tarefas ou processos no servidor
•Interagindo com outros clientes de máquina


Alguns exemplos de clientes de máquina incluem:

•Navegadores da web
•Clientes de e-mail
•Clientes de banco de dados
•Clientes de jogos

Em um contexto mais específico, “cliente de máquina” também pode ser usado para se referir a um programa ou aplicativo que é executado em um dispositivo de hardware específico, como um smartphone ou tablet. Nesse caso, o cliente de máquina é projetado para se comunicar com o sistema operacional do dispositivo e acessar seus recursos.

Alguns exemplos de clientes de máquina para dispositivos de hardware incluem:

•Aplicativos de música e vídeo
•Aplicativos de jogos
•Aplicativos de produtividade

Em resumo, um cliente de máquina é um programa ou aplicativo que é executado em um computador ou dispositivo para se conectar a um servidor e solicitar serviços. O cliente de máquina é o “cliente” da relação cliente-servidor, pois é o que solicita os serviços do servidor.

Conhecia esse termo? Diz pra gente o que achou.

Somos todos ciborgues?

Por Vicente Martin _____________________________ Ao  observarmos  o quanto de tecnologia travamos contato em nosso cotidiano, podemos  levantar  o  seguinte  questionamento: estaríamos, nós humanos, nos