Deep fake: nova técnica descobre se foto de pessoa é falsa pelos olhos

Você já ouviu falar em deep fake?

Grande preocupação principalmente entre celebridades e pessoas públicas, deep fake é uma tecnologia que usa inteligência artificial, capaz de substituir o rosto de uma pessoa por outra em uma imagem ou em um vídeo. É possível até simular ações ou colocar palavras que nunca foram ditas na boca de alguém, uma vez que a IA consegue sincronizar os movimentos labiais.

Muitos podem utilizá-la como uma brincadeira, mas, em mãos erradas, pode prejudicar carreiras e reputações.

Para resolver esse problema, Cientistas da Computação da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, desenvolveram uma tecnologia capaz de identificar uma deep fake através de uma análise da luz refletida nos olhos das pessoas. Por enquanto, há limitações para apenas imagens no modo retrato, porém os cientistas continuam estudando para melhorar a eficácia da ferramenta.

sistema-consegue-criar-imagens-de-deep-fake-ao-analisar-o-reflexo-dos-olhos-da-pessoa-da-imagem-a-esquerda-uma-foto-verdadeira-enquanto-a-da-direita-e-falsa-1615834717644_v2_750x421

Na imagem acima, à esquerda, as duas córneas têm reflexos iguais, ou seja, é uma foto verdadeira. Já à direita, os reflexos mostram diferentes formas, o que indica uma foto falsa.

Fonte: UOL

Por Mariana Serrão

Diferenciando protótipo de MVP

Embora frequentemente confundidos, o protótipo e o MVP (Produto Mínimo Viável) assumem funções distintas no processo de desenvolvimento de produtos, especialmente no contexto de