LIDAR revela conjunto arqueológico impressionante escondido na Amazônia boliviana

O uso de tecnologia a laser avançada possibilitou mapear grandes assentamentos que datam da Idade Média e apresentam construções de barro e pirâmides tão altas quanto prédios de oito andares.

O recurso aplicado é conhecido como LIDAR, uma tecnologia óptica de identificação remota que consegue identificar construções que hoje estão totalmente cobertas pela mata.

Assim, utilizando um helicóptero dotado de equipamentos LIDAR, os cientistas foram capazes de penetrar na vegetação densa, onde muitos especialistas acreditavam não haver sociedades sofisticadas até a chegada dos colonizadores europeus no século 16.

Esse esforço revelou um total de 26 assentamentos em detalhes sem precedentes, incluindo 11 que antes eram desconhecidos.

Segundo a pesquisa, os assentamentos foram construídos pela cultura Casarabe, pessoas que ocupavam as planícies amazônicas – uma mistura de savana e florestas dispersas – em uma área de mais de 2,7 mil metros quadrados na atual Bolívia, entre cerca de 600 e 1,5 mil anos atrás.

De acordo com um dos coautores da nova abordagem, esses assentamentos eram ligados por calçadas elevadas de até 10 km de comprimento que cortavam a savana. “Eles estão integrados em uma rede de estradas e canais. Isso implica um grau de cultura que nunca se imaginou existir na Amazônia antes” diz o arqueólogo Heiko Prümers do Instituto Arqueológico Alemão.

1ª Semana Nacional do Design ESPM 2020

Evento online, aberto a todos os estudantes de graduação Nacional, egressos, professores, ensino médio (escolas parceiras) e interessados em geral. Nos três dias de

Diagrama de Ishikawa

Você conhece o Diagrama de Ishikawa? Ele foi criado pelo engenheiro químico Kaoru Ishikawa em 1943 e serve para identificar de maneira sistemática as

UTM

O Unified threat management (UTM) é uma tecnologia de muitos recursos, incluindo filtragem de spam por e-mail, antivírus, sistema de detecção ou prevenção de