Cabos atravessando as águas

A tendência em procurar novas formas de transformar a maneira como fornecemos energia para os diversos meios de transporte que os seres humanos usam tem se tornado cada vez mais importante. Aplicar esse pensamento a carros já teve muito desenvolvimento e o uso está se tornando cada vez mais presente em diversas partes do mundo, mas e quando se trata de barcos?

Quando é necessário mover um enorme veículo contra a resistência da água, o nível de energia necessário para mover um barco é geralmente enorme demais para efetivamente aplicar isso a uma viagem, principalmente em embarcações maiores que atravessam mares. No entanto, se olharmos para a Dinamarca podemos ver um exemplo de como a eletricidade pode ser usada para certas viagens por água.

A balsa a cabo Udbyhøj está posicionada em Randers Fjord, e diariamente realiza diversas viagens através das águas, gerando um total de 88 viagens por dia e carregando um total de 70 mil turistas por dia. Mas como ela faz isso? Em vez de depender uma bateria a bordo a balsa em vez disso usa um cabo à prova d’água de 350m e protegido para se conectar diretamente a uma estação de energia num dos lados da viagem, e a medida que ela avança cada vez mais o cabo é desenrolado de uma estrutura no lado da balsa. O próprio trajeto já é feito com a ajuda de outro cabo, já que as águas do Fjord são turbulentas e profundas, e quando um navio maior precisa passar eles abaixam os cabos para que possam passar. Ainda há muito a avançar no campo de transporte elétrico por água, mas já estamos a caminho de encontrar algumas respostas.

Boas referências para UX e UI

Uma das disciplinas introdutórias do curso de Ciência de Dados e Negócios da ESPM é a de UX/UI. Nela, os estudantes estudam os princípios